Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

EUA alcançam 100 milhões de pessoas totalmente vacinadas contra Covid-19

Número corresponde a 30% de toda a população e sucesso é tanto que alguns locais, como Nova York, começam a se preparar para voltar à normalidade

Por Da Redação 30 abr 2021, 16h53

Os Estados Unidos anunciaram nesta sexta-feira, 30, que 100 milhões de americanos já foram completamente vacinados contra a Covid-19, número que corresponde a 30% de toda a população do país.

“Isso deixa 100 milhões de americanos aliviados e em paz de espírito, sabendo que depois de um ano longo e difícil eles estão protegidos do vírus”, disse o coordenador de resposta da Casa Branca contra a pandemia, Jeff Zients.  

Os EUA já aplicaram mais de 230 milhões de doses em sua população desde o começo da campanha, em dezembro. Para estar completamente vacinada, a pessoa precisa tomar as duas doses do imunizante ou, no caso do imunizante produzido pela Janssen, apenas uma já é suficiente.

Quando somado o número de pessoas que já receberam a primeira parte da vacina, a porcentagem da população chega a 44%, cerca de 143 milhões de americanos.  

Na última semana, a média diária de vacinas aplicadas foi de 2,6 milhões, mostrando que a promessa do presidente Joe Biden de ter imunizantes disponíveis para todos os cidadãos até o final de maio deve ser cumprida. 

O sucesso é tanto que alguns locais começam a se preparar para a volta da normalidade. A cidade de Nova York, por exemplo, considerada epicentro da pandemia, anunciou uma reabertura total prevista para o dia 1º de julho. De acordo com dados de vacinação do governo do estado, mais de 3,6 milhões de pessoas já receberam a primeira dose, enquanto 2,4 milhões já foram vacinados completamente, o equivalente a 43,1% e 29,5% da população da cidade, respectivamente. 

Aqueles que já estão completamente vacinados também podem começar a aproveitar as novas diretrizes impostas pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) nesta semana. Em uma flexibilização, as novas regras permitem que vacinados não usem máscaras para caminhar e fazer exercícios ao ar livre, com membros da família ou ainda em pequenas reuniões. 

Enquanto a campanha de vacinação nos EUA segue a todo vapor, o Brasil vive o cenário oposto. Pouco mais de 31 milhões de pessoas receberam ao menos uma dose, enquanto apenas 14,9 milhões estão completamente imunizados, o equivalente a 20% das doses aplicadas pelos Estados Unidos.  

Apesar de uma queda acentuada de casos e mortes nas últimas semanas, os EUA seguem sendo o país mais afetado pela Covid-19. Desde o início da pandemia, 32,3 milhões de casos foram registrados, incluindo cerca de 575.000 mortes.

Continua após a publicidade
Publicidade