Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ETA anuncia fim definitivo da atividade armada

Organização basca pede a França e Espanha um “processo de diálogo direto”

A grupo separatista basco ETA anunciou nesta quinta-feira que decidiu o “fim definitivo de suas atividades armadas”, segundo comunicado divulgado pelo jornal basco Gara. No documento, o ETA classifica o fato como “histórico” e expressa o seu “compromisso claro, firme e definitivo de superar o confronto armado”.

A organização terrorista também fez um apelo aos governos de Espanha e França para “abrir um processo de diálogo direto” destinado a solucionar as consequências do conflito. “Em Euskal Herria (País Basco), está se abrindo um novo tempo político”, diz a nota. “Estamos diante de uma oportunidade histórica para dar uma solução justa e democrática ao conflito”.

O comunicado também pede o envolvimento da sociedade do País Basco nesse processo de soluções até construir um cenário de paz e liberdade. “É hora de olhar para o futuro com esperança. Também é hora de agir com responsabilidade e coragem”.

Conferência – A organização refere-se ainda à conferência realizada na segunda-feira passada na cidade de San Sebastián com a participação de personalidades internacionais. O encontro serviu para afirmar que se trata de “uma iniciativa de grande transcendência política” e que a resolução estipulada na mesma “reúne os ingredientes para uma solução integral do conflito”.

O ETA, sigla de “Euskadi Ta Askatasuna” (“Pátria Basca e Liberdade”), foi fundada no dia 31 de julho de 1959 com o objetivo de buscar a independência do País Basco da Espanha. Em seus 50 anos de atividade, causou a morte de quase 900 pessoas com atentados terroristas.

(Com agência EFE)