Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Estudante morre durante confrontos no Iêmen

Por Da Redação 19 fev 2011, 14h49

Um estudante iemenita foi morto a tiros e outros cinco ficaram feridos neste sábado, durante um violento confronto entre manifestantes antigoverno e defensores do regime do presidente Ali Abdallah Saleh perto da Universidade de Sanaa. O jovem é a primeira vítima fatal em Sanaa desde o início dos protestos contra o regime Saleh, há uma semana.

Infográfico: Mapa explica a onda de revoltas no mundo árabe

Os confrontos foram os mais violentos entre defensores e detratores do governo, que pedem a saída do presidente, há 32 anos no poder. Os legalistas tentaram forçar a entrada no campus da universidade, usado pelos manifestantes como ponto de concentração antes das passeatas, que já acontecem desde a semana passada. No entanto, foram violentamente repelidos pelos estudantes, que lançaram pedras. Os partidários do regime, por sua vez, responderam com tiros.

Até agora, a violência havia deixado apenas feridos na capital iemenita, a maioria vítima de espancamentos ou armas brancas. O ministério do Interior iemenita, no entanto, desmentiu a morte do jovem. “Alguns manifestantes ficaram feridos, só quatro estão no hospital, não houve nenhum morto”, afirma um comunicado do ministério.

A repressão aos manifestantes é mais violenta em Aden, grande cidade do sul do Iêmen, onde nove pessoas já morreram desde quarta-feira.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade