Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estados Unidos suspendem todos os voos para a Venezuela

Aviões vindos do país sul-americano também não podem mais pousar em aeroportos americanos; governo Trump alega preocupações com segurança

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira, 15, a suspensão imediata dos voos comerciais e de carga para a Venezuela. Os aviões saídos do país sul-americano também não podem mais pousar em aeroportos americanos.

A decisão foi informada em comunicado pelo secretário interino do Departamento de Segurança Nacional (DHS), Kevin McAleenan. Segundo ele, a medida considerou que a condição venezuelana ameaça a segurança de passageiros, aeronaves e tripulações.

“Esta determinação se baseia na instabilidade política em curso e no aumento das tensões na Venezuela e no risco involuntário associado às operações de voo”, disse em comunicado.

A suspensão dos voos permanecerá em vigor “indefinidamente”, e os Departamentos de Estado, Transporte e de Segurança Nacional vão monitorar as condições da Venezuela para avaliar a manutenção da medida.

Em outra nota, o Departamento de Transporte confirmou que a titular da pasta, Elaine L. Chao, “emitiu uma ordem de suspensão de todo o serviço aéreo entre EUA e Venezuela”. A secretária justificou a medida com base em uma lei federal que autoriza a suspensão dos serviços de companhias aéreas estrangeiras e americanas entre os Estados Unidos e outro país quando houver condições nos aeroportos que ameaçam a segurança do tráfego aéreo.

Em 28 março, a companhia aérea American Airlines já havia anunciado a suspensão por tempo indeterminado de seus voos dos aeroportos americanos para a Venezuela, interrompidos de forma temporária no dia 15 do mesmo mês. A companhia era a única entre as grandes do país a manter linhas para a Venezuela saindo de Miami. Em 2017, United e Delta suspenderam seus voos na mesma rota.

(Com EFE)