Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Estados Unidos reabrem suas fronteiras nesta segunda-feira, após 20 meses

Para os viajantes de avião, serão exigidos certificado de vacinação, teste negativo para Covid e sistema de rastreamento de contatos pelas companhias aéreas

Por Da Redação Atualizado em 7 nov 2021, 18h22 - Publicado em 7 nov 2021, 17h43

A partir desta segunda-feira, 8, os Estados Unidos vão reabrir suas fronteiras aérea e terrestre aos viajantes vacinados contra Covid-19, incluindo brasileiros. Com isso, terminam as restrições do país que já duravam 20 meses desde o início da pandemia. A proibição foi imposta pelo ex-presidente Donald Trump, confirmada pelo sucessor Joe Biden, e vinha sendo criticada pelos vizinhos México e Canadá e pela Europa.

Além do certificado de vacinação, as autoridades americanas exigirão testes negativos para Covid realizados nos três dias anteriores à partida e o estabelecimento de um sistema de rastreamento de contatos pelas companhias aéreas.

Para a rota terrestre, as restrições serão suspensas em duas etapas. Nos casos não-essenciais, como turismo ou família, os viajantes vão poder entrar nos Estados Unidos pelas fronteiras do Canadá ou do México desde que estejam vacinados. Quem precisar entrar no país por motivo essencial, no entanto, está livre dessa exigência. Apenas a partir de janeiro a vacinação será aplicada a todos.

No Twitter, o porta-voz da Casa Branca, Kevin Munoz, escreveu: “Como esperamos alta demanda assim que os EUA suspenderem como restrições de viagens aéreas e terrestres existentes na segunda-feira, estamos tomando medidas críticas para prepararmos, como disponibilizar recursos adicionais”.

De acordo com os Estados Unidos, todas as vacinas aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) serão aceitas. A OMS, por sua vez, está em alerta com a taxa de transmissão “muito preocupante” da Covid-19 na Europa, que pode causar mais meio milhão de mortes no continente até fevereiro de 2022. Esta quarta onda atinge principalmente a Alemanha.

Continua após a publicidade

Publicidade