Clique e assine com até 92% de desconto

Estados Unidos criticam ataques no Afeganistão

Hillary Clinton classificou de "covardes" as ações terroristas deste domingo

Por Saul Loeb 15 abr 2012, 17h08

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, classificou neste domingo de “covardes” os ataques que sacudiram o Afeganistão, e pediu uma “resposta ápida e efetiva” das forças de segurança afegãs.

Leia mais:

Onda de ataques talibãs deixa 19 mortos no Afeganistão

Clinton telefonou ao embaixador americano no país, Ryan Crocker, para “discutir sobre os covardes ataques em Cabul e em outros pontos do país, e analisar a segurança do pessoal americano” na sede diplomática, informou o departamento de estado.

A chefe da diplomacia americana pediu ao embaixador Crocker que transmita ao presidente afegão Hamid Karzai o agradecimento dos Estados Unidos pela rápida e efetiva resposta das Forças Nacionais de Segurança afegãs, explicou sua porta-voz, Victoria Nuland.

Os talibãs realizaram neste domingo vários ataques coordenados no Afeganistão, visando em Cabul o Parlamento e as embaixadas de Estados Unidos, Grã-Bretanha e Alemanha.

Segundo o ministério afegão do Interior, ao menos 19 rebeldes morreram nos ataques.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade