Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Estado Islâmico mantém 70 mil civis presos em cidade iraquiana

Objetivo dos terroristas é usar população como escudo humano diante de iminente ação do Exército do país

Por Da redação
Atualizado em 20 ago 2016, 09h19 - Publicado em 20 ago 2016, 09h13

Pelo menos 70.000 pessoas, todos civis, são mantidas presas na cidade iraquiana de Al Qayara pelos terroristas do Estado Islâmico (EI), informou neste sábado à agência EFE o prefeito local, Saleh al Jubouri.

De acordo com ele, o objetivo do grupo é usar os civis como escudos humanos em vista de uma iminente ofensiva das tropas iraquianas para libertar Al Qayara, um importante reduto dos terroristas situado a 55 quilômetros ao sul da cidade de Mossul. O Exército já conseguiu libertar ao longo dos últimos dias várias localidades na periferia de Al Qayara.

Para atrasar a ofensiva, o EI queimou poços de petróleo de modo a dificultar, com a fumaça, as operações da aviação militar iraquiana. Os gases tóxicos resultantes da ação mataram trinta civis por asfixia, segundo Al Jubouri.

(Com agência EFE)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.