Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

EI diz que lobo solitário canadense morto era um soldado do grupo

As autoridades tinham evidências de que Aaron Driver iria realizar um ataque suicida em uma grande cidade do Canadá

A Amaq, agência de notícias do Estado Islâmico, anunciou que Aaron Driver, o homem morto durante ação da polícia canadense em casa na quarta-feira, era um “soldado” do Estado Islâmico, informou o serviço de monitoramento SITE Intelligence Group nesta quinta-feira.

“O executor do ataque que visava a polícia no Canadá era um soldado do Estado Islâmico e conduziu a operação em resposta aos pedidos para alvejar países da coalizão”, teria dito a Amaq segundo o SITE.

LEIA MAIS:
Polícia canadense mata lobo solitário que planejava ataque

A operação policial que culminou na morte de Aaron Driver aconteceu na cidade de Strathroy, cerca de 225 quilômetros ao oeste de Toronto. De acordo com a emissora pública CBC, o rapaz detonou um explosivo na residência onde estava quando a polícia chegou e acabou baleado.

A polícia de Ontario disse que Driver, de 24 anos, era monitorado há dois anos pelas autoridades canadenses por seu interesse no jihadismo. Ele estava nos últimos estágios de preparação para atacar um importante centro urbano com uma bomba caseira.

(Com Reuters)