Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estado Islâmico assume autoria de ataque em Orlando

Segundo a rede CNN, o atirador, identificado como Omar Mateen, estava em uma lista do FBI de admiradores do EI

O grupo terrorista Estado Islâmico se responsabilizou pelo ataque a tiros em uma boate gay em Orlando, na Flórida, através de um comunicado da agência de notícias Amaq, comandada pelos extremistas. O atirador matou 50 pessoas na madrugada de sábado para domingo e deixou 53 feridos. Segundo a rede CNN, o homem estava em uma lista do FBI (a polícia federal americana) de admiradores do EI.

“O ataque armado que teve como alvo uma boate gay na cidade de Orlando, no Estado americano da Flórida, que deixou mais de cem pessoas mortas ou feridas, foi realizado por um soldado do Estado Islâmico”, escreveu a Amaq, de acordo com a agência Reuters.

Leia mais:

Obama diz que ataque “foi um ato de terror e ódio”

Atirador de Orlando ligou para a polícia e jurou lealdade ao EI

Atirador ataca boate gay nos EUA e mata 50 pessoas

O responsável pelo massacre, identificado como Omar Mateen, teria ligado para a polícia menos de 20 minutos antes do ataque e jurado lealdade ao líder do grupo terrorista. O atirador tinha 29 anos e morreu em um enfrentamento com a polícia no local. Ele era cidadão americano, nascido em Nova York e tinha origem afegã.

(Da redação)