Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estabilidade do Costa Concordia está em perigo, diz jornal

Navio está apoiado em rocha que está desmoronando e pode cair em abismo

A estabilidade do cruzeiro Costa Concordia, que naufragou no dia 13 de janeiro no litoral da ilha de Giglio, está em perigo porque uma das pontas das duas formações rochosas sobre as quais ele se apoia está desmoronando, informou nesta sexta-feira a imprensa italiana. Com isso, ele poderia cair em um abismo de 60 a 90 metros de profundidade.

Entenda o caso

  1. • O navio Costa Concordia viajava com mais de 4.200 pessoas a bordo quando bateu em uma rocha junto à ilha italiana de Giglio, na noite do dia 13 de janeiro.
  2. • A colisão abriu um grande buraco no casco do navio, que encheu de água, encalhou em um banco de areia e virou.
  3. • 17 mortos foram confirmados até agora.
  4. • Os trabalhos de buscas são coordenados com a tarefa de retirar as 2.400 toneladas de combustível do navio, sob o risco de contaminação da área do naufrágio.

Leia mais no Tema ‘Naufrágio Costa Concordia’

O jornal italiano Il Tirreno publicou nesta sexta-feira o vídeo de um reconhecimento submarino do cruzeiro que agora precisa ser examinado por especialistas, mas já provoca grandes preocupações sobre a estabilidade da embarcação, que parece suspensa sobre o nada.

Segundo o jornal, o vídeo mostra que o navio esmaga uma rocha na qual se abre uma fratura. A publicação aponta que os geólogos devem dar a resposta sobre o incidente.

O verdadeiro perigo é o de que o Concordia vire e caia no abismo, causando uma catástrofe ambiental, o que tornaria impossível continuar com a extração das 2.300 toneladas de petróleo iniciada no dia 12.

(Com agência EFE)