Clique e assine a partir de 8,90/mês

Espanha: sobe para 14 o número de mortos nos atentados

Pelo menos três espanhóis, um alemão, um italiano e uma belga foram confirmados entre as vítimas

Por Da redação - Atualizado em 18 ago 2017, 10h09 - Publicado em 18 ago 2017, 09h17

O número mortos nos ataques terroristas na região da Catalunha, na Espanha, aumentou para 14 pessoas. A última vítima foi uma mulher ferida em um atropelamento em Cambrils, na província de Tarragona, na noite de quinta-feira (17), que morreu na manhã desta sexta-feira. Cinco pedestres ficaram feridos no atropelamento causado por outro grupo de terroristas em Cambrils. Todos os cinco criminosos foram mortos pela polícia.

As outras 13 vítimas morreram na quinta-feira em Barcelona quando uma van invadiu a região das Ramblas e deixou cerca de cem feridos.

Identificação das vítimas

Ainda não há uma lista oficial com a identificação dos mortos nos atentados. De acordo com o jornal espanhol El País, pelo menos três espanhóis, um alemão, um italiano e uma belga, esta última confirmada pelo governo, morreram.

Uma das vítimas espanholas foi identificada como Francisco López Rodríguez, de cerca de 60 anos. O italiano foi identificado como Bruno Gulotta, de 35 anos. Ele estava de férias com a família, de acordo com a empresa onde trabalhava, a Tom’s Hardware. 

Conforme a polícia, pessoas de 34 nacionalidades diferentes estão entre mortos e feridos.

Na noite desta quinta, cerca de nove horas após o atentado em Barcelona, a polícia catalã informou que suas equipes de emergência conduziram uma operação na cidade de Cambrils contra um ataque terrorista. Os policiais trocaram tiros com os cinco terroristas antes de abatê-los. O atendimento emergencial espanhol confirmou que sete pessoas ficaram feridas no enfrentamento, entre elas um policial.

(Com EFE)

 

Continua após a publicidade
Publicidade