Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Espanha reitera seu ‘mal-estar’ pela visita do príncipe Edward a Gibraltar

Por Da Redação 11 jun 2012, 14h35

Madri, 11 jun (EFE).- O Ministério das Relações Exteriores da Espanha reiterou nesta segunda-feira a ‘inconformidade e mal-estar’ do governo diante da visita do príncipe Edward da Inglaterra, filho mais novo da rainha Elizabeth II, a região de Gibraltar.

Fontes diplomáticas confirmaram à Agência Efe que o governo espanhol já havia expressado seu ‘desgosto e mal-estar’ ao embaixador do Reino Unido na Espanha, Giles Paxman, pela visita do príncipe Edward, que foi iniciada hoje.

O Governo considera esta visita ‘inoportuna’ por causa das atuais circunstâncias, que inclui um conflito pesqueiro.

Esta não é a primeira vez que a Espanha expressa sua queixa neste sentido. Isso porque, o Ministério das Relações Exteriores já emitiu em diversas ocasiões uma declaração de protesto por conta da visita de algum membro da família real britânica ao Peñón. Em 2009, esse comunicado foi emitido contra a visita da princesa Ana, irmã de Edward, que seguiu até a região para inaugurar um centro médico militar.

Milhares de gibraltarinos deram hoje as boas-vindas ao príncipe Edward e sua esposa, Sophie Rhys-Jones, que iniciaram uma visita de três dias para celebrar o 60º aniversário da coroação de sua mãe na colônia britânica.

A rainha Sofía da Espanha, por sua vez, cancelou o convite que recebeu da rainha Elizabeth II para participar de um almoço de celebração de seu 60º aniversário de trono em maio. O cancelamento foi sugerido pelo próprio governo espanhol, que não considerou inadequada a visita nas atuais circunstâncias. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade