Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Vulcão entra em erupção na Indonésia dias após terremoto

Número de mortos deixado por tremor e tsunami já ultrapassa 1.400; alerta de emergência foi elevado

Por Da Redação Atualizado em 3 out 2018, 14h56 - Publicado em 3 out 2018, 10h22

O vulcão Sotupan, localizado na ilha de Celebes, na Indonésia, entrou em erupção nesta quarta-feira ,3, obrigando as autoridades do país asiático a elevar o alerta de emergência na região para o nível 3 de uma escala de 4, informaram fontes oficiais.

O vulcão está localizado na mesma ilha afetada, na última sexta-feira 28, por um terremoto de magnitude 7,5 seguido de um tsunami, que juntos causaram 1.407 mortes, segundo os últimos números divulgados pelas autoridades locais.

Até o momento, a erupção do Sotupan não deixou nenhuma vítima. Imagens divulgadas na internet mostram cinzas vulcânicas sendo expelidas a até 4.000 metros de altura.

A atividade do Sotupan coincide também com a do vulcão Anak Krakatau, localizado no estreito de Sunda, entre as ilhas de Sumatra e Java, também na Indonésia, que nas últimas semanas registrou dezenas de erupções.

Terremotos e tsunami

Continua após a publicidade

Segundo o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, sigla em indonésio), Sutopo Purwo Nugroho, o número de mortes deixado pelos terremotos e tsunami da última semana deve seguir aumentando nos próximos dias.

O número de feridos graves que estão hospitalizados subiu para 2.549 e o de desaparecidos chega a 113. Além disso, as autoridades atendem 70.821 pessoas em 141 abrigos. O registro de casas destruídas está em 65.733.

A grande maioria das vítimas pertence a Palu, capital da província de Celebes Central e uma população de aproximadamente 350.000 habitantes. O restante vem do distrito vizinho de Donggala e de partes de Sigi e Parigi Moutong, afirmou Sutopo.

Uma equipe de socorristas da Cruz Vermelha da Indonésia descobriu nesta quarta-feira que um povoado inteiro foi aniquilado pelo tsunami.

“Quando chegamos a Petobo, encontramos um lugar que foi apagado do mapa pelo poder do tsunami”, disse um representante do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV) que acompanhava a equipe de resgate

A catástrofe começou na última sexta-feira com um terremoto de magnitude 6,1 que matou uma pessoa e feriu 20, seguido, três horas depois, pelo terremoto de 7,5 e o tsunami.

O porta-voz da BNPB disse hoje que 63% dos indonésios na região de Celebes, atingida pelo terremoto e o tsunami, não escutaram as sirenes de alerta de ondas gigantes. Ele acrescentou que, na Indonésia, 71% da população nunca fez uma simulação de resposta aos desastres.

(Com EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)