Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Equipes usam drones para procurar menina desaparecida

Aviões não tripulados permitem busca mais detalhada, diz polícia de Gales

Apesar de terem declarado recentemente não haver mais esperanças de encontrar com vida a menina April Jones, de 5 anos, as autoridades galesas continuam a procurar a criança, que desapareceu no começo desse mês, quando brincava com amigos em um parque de Machynlleth. As buscas contam agora com o reforço de drones – aviões não tripulados. O jornal The Guardian destacou que, com o uso da tecnologia, as equipes estão preparadas para manter o trabalho de busca pelo menos até o fim do ano.

Leia mais: Cameron pede ajuda para encontrar menina desaparecida

O oficial Ian John explicou que o uso das aeronaves, patrocinadas por empresas privadas, ajudam muito na operação por contarem com mecanismos que permitem uma busca mais detalhada.

Leia também: Por que os pais de Madeleine não perdem a esperança

As operações de resgate continuam sendo realizadas na cidade galesa de Machynlleth, onde fica a casa de April, e no rio Dyfi, que fica próximo ao local do desaparecimento. As buscas chegam até o vilarejo de Ceinws, onde fica a residência de Mark Bridger, o homem suspeito de ter sequestrado April.

O desaparecimento – A criança, que sofre de paralisia cerebral, brincava com amigos perto de sua casa no bairro de Bryn-y-Grog na manhã do dia 1° de outubro quando foi vista entrando em um carro, aparentemente de forma voluntária – o que levantou hipóteses de que ela conheceria o criminoso.

Saiba mais:

Conheça os “drones”, os bombardeiros (e aviões-espiões) sem tripulação