Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Equipes avançam em resgate de 39 pessoas presas em mina da Vale no Canadá

Depois de 35 horas presos, 33 funcionários já voltaram à superfície na manhã desta terça-feira e o restante está a caminho

Por Da Redação 28 set 2021, 12h56

Equipes de emergência estão trabalhando incansavelmente desde a segunda-feira, 27, para resgatar trabalhadores que ficaram presos em uma mina em Sudbury, a cerca de 400 quilômetros ao norte de Toronto, de acordo com informações pela mineradora Vale, que administra o local, e fontes sindicais. Trinta e três funcionários já voltaram à superfície na manhã desta terça-feira e o restante está a caminho. 

Para deixar o local, no entanto, eles precisaram fazer uma subida de mais de mil metros de escada até a superfície, descansando a cada cem metros. De acordo com a Ontario Mine Rescue, responsável pela operação de resgate, cordas podem ser usadas para ajudar funcionários que não conseguem completar a subida.

“Cada um tem uma capacidade física diferente”, disse Pascal Boucher, coordenador sindical local, ao jorna Sudbury Star. “Temos funcionários mais velhos e funcionários mais jovens, que provavelmente podem subir mais rápido”.

De acordo com a empresa, os trabalhadores estavam presos na mina Totten desde domingo à tarde, depois que a pá de uma escavadeira que estava sendo transportada para o local se rompeu, bloqueando-o. Quando o incidente ocorreu, os funcionários buscaram proteção nos abrigos e ninguém ficou ferido. 

Embora tenham ficado presos por mais de 35 horas, os trabalhadores tinham acesso a alimentos, água e remédios, de acordo com a Vale. Eles também conseguiram entrar em contato com familiares para acalmá-los.

“Como resultado, o meio através do qual os funcionários se deslocam não está disponível”, afirmou a empresa. “As equipes de resgate chegaram aos mineradores e estão começando a retirá-los usando um sistema secundário de saída”. 

A Totten, que produz níquel, cobre e outros metais, começou a operar em 2014 e emprega cerca de 200 pessoas. O eixo principal da mina tem uma profundidade de 1.258 metros. 

Continua após a publicidade
Publicidade