Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Equador destrói 1.100 plantas de coca na fronteira com a Colômbia

O Equador destruiu cerca de 1.100 plantas de coca que estavam prontas para a colheita em uma região de selva na fronteira com a Colômbia, onde militares fizeram uma operação, informou neste domingo o coronel Francisco Narváez, chefe de um batalhão do Exército.

O oficial, citado pela agência pública Andes, informou que o plantio foi localizado na região de San Lorenzo, povoado da província costeira de Esmeraldas (noroeste), habitada pela comunidade indígena Awá, também presente no lado colombiano.

No começo de dezembro, militares também destruíram cerca de 2.400 plantas de coca descobertas em dois plantios na área de San Lorenzo.

Segundo relatório do Gabinete das Nações Unidas contra a Droga e o Crime (UNODC), apresentado em 21 de setembro, o cultivo de coca continua sendo marginal no Equador, onde em 2010 foram detectados 25 hectares de plantio contra os 61.200 e 57.000 dos vizinhos Peru e Colômbia, respectivamente.

O Equador é considerado tradicionalmente um país de trânsito de drogas, embora nos últimos anos tenham sido encontrados laboratórios para processamento de entorpecentes, especialmente nas regiões costeiras.

Em 2011, o país apreendeu pelo menos 16,7 toneladas de drogas, principalmente cocaína, e destruiu vários laboratórios para processar este entorpecente, um deles com capacidade para produzir duas toneladas por mês.