Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Epicentro da Covid, Wuhan recebe primeiro voo internacional desde janeiro

Medida faz parte de relaxamento após meses de quarentena restrita na cidade, responsável por mais de 80% das mortes em toda a China

Por Da Redação Atualizado em 17 set 2020, 13h04 - Publicado em 17 set 2020, 12h45

Ponto de origem da pandemia de Covid-19, Wuhan recebeu na quarta-feira 16 seu primeiro voo internacional desde janeiro. Primeira cidade da China a implementar medidas rigorosas de isolamento social, a área teve 76 dias de quarentena rigorosa nos quatro primeiros meses do ano, mas, pouco a pouco, vem relaxando regras. No início deste mês, 1,4 milhão de alunos já haviam voltado presencialmente às aulas. 

ASSINE VEJA

Covid-19 no Brasil: o pior já passou Leia nesta edição: Queda na curva de mortes mostra sinais de alívio na pandemia. E mais: por que o futuro político de Lula está nas mãos de Bolsonaro
Clique e Assine

A China reduziu drasticamente no fim de março as conexões aéreas com o restante do mundo para limitar a chegada de viajantes que poderiam provocar um novo foco da epidemia em seu território. Desde então, o governo conseguiu conter a propagação do vírus com medidas de confinamento, quarentena, controle e acompanhamento de contágios, assim como o uso de máscaras. Os números oficiais registram poucos novos casos diários atualmente.

Um avião da companhia sul-coreana de baixo custo T’way pousou na quarta-feira no aeroporto internacional Tianhe de Wuhan, com 60 passageiros a bordo, relatou a emissora pública CCTV. A emissora exibiu imagens de passageiros com máscaras, assim como policiais equipados com trajes de proteção integral, vistoriando passaportes.

Segundo dados oficiais, quase 3.900 pessoas morreram de Covid-19 em Wuhan, mais de 80% das 4.634 vítimas fatais registradas pela China em todo o seu território.

  • Com uma gigante campanha de testes para a população de 11 milhões de pessoas, Wuhan tem retornado à vida normal desde abril, quando um lockdown foi suspenso, e não relata transmissões locais desde 18 de maio. Em 15 de agosto, dezenas de milhares de jovens chegaram a participar de um festival de música dentro de uma imensa piscina

    Com a liberação de voos, passageiros que chegam a Wuhan procedentes do exterior precisam apresentar um teste negativo de Covid-19 de menos de 72 horas, segundo Li Yizhuo, diretor da secretaria municipal de aviação civil.

    Continua após a publicidade
    Publicidade