Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Entrada de brasileiros na Espanha fica mais simples

Carta-convite exigida aos visitantes brasileiros que se hospedam em casas de residentes no país será simplificada

A Espanha afirmou que vai simplificar o modelo da carta-convite exigida aos visitantes brasileiros que se hospedam em casas de residentes no país europeu. A informação consta do comunicado conjunto das autoridades brasileiras e espanholas que participaram de uma reunião sobre temas consulares e migratórios, no aeroporto de Barajas, em Madri.

A medida faz parte de um acordo firmado entre Brasil e Espanha para facilitar a entrada de visitantes das duas nações nos respectivos países. A delegação espanhola informou que, conforme o novo regime simplificado para a carta-convite, será necessário que esteja no documento apenas a identidade da pessoa que convida, a identidade da pessoa convidada e o local da hospedagem.

Antes, a carta-convite precisava conter diversos dados pessoais de quem recebe o hóspede, título de propriedade do imóvel utilizado para a hospedagem (ou contrato de aluguel), manifestação expressa da vontade do residente em receber o visitante e previsão da duração da visita.

Além disso, foi definido na reunião desta terça-feira que brasileiros que viajam à Espanha tendo como destino outro país do Espaço de Schengen – tratado entre 30 países que desburocratiza a circulação de residentes e visitantes – devem deixar registrado, na imigração, o lugar para onde vão e o nome de quem vai recebê-los, caso não haja comprovante de hospedagem.

Entre os pontos do acordo está também a divulgação, nos sites das embaixadas e de consulados dos dois países, da lista detalhada dos requisitos para a entrada de estrangeiros.

Leia também:

Leia também: Rei da Espanha diz que vai facilitar a entrada de brasileiros no país

Barrados – Foi definido ainda que os viajantes que ficarem retidos nas zonas de inadmissão têm direito a receber suas bagagems caso a permanência no local seja superior a 24 horas ou em casos de extrema necessidade. Esses viajantes devem também receber folhetos informativos.

A medida foi tomada para retomar o tom amigável entre as duas nações sobre o tema. Em abril, o governo brasileiro decidiu adotar regras mais duras para a entrada de espanhóis no país. Na época, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que a decisão se baseava no chamado “princípio diplomático da reciprocidade”.

Leia também:

Leia também: Rei Juan Carlos chega ao Brasil com agenda econômica