Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Enchente causa prejuízo equivalente a R$1,6 bi à Austrália

Estas perdas são só no setor da agricultura; inundações deixaram 3 mortos

Por Da Redação 3 jan 2011, 14h28

A situação das enchentes em Queensland é sem precedentes e requer uma reação nacional e de unidade”

Julia Gillard, primeira-ministra da Austrália

As enchentes que atingem o estado de Queensland, no nordeste da Austrália, e se agravaram nos últimos dias já provocaram prejuízos superiores a um bilhão de dólares australianos (1,69 bilhão de reais) à agricultura da região. As chuvas fortes também paralisaram a indústria de carvão e levaram o país a implantar o que pode ser a maior e mais custosa operação para reconstruir as áreas afetadas.

As piores inundações dos últimos cinquenta anos já atingiram mais de vinte cidades no estado, afetando 200.000 pessoas e provocando três mortes. Outras 22 pessoas ficaram feridas. De acordo com o governo, a situação das enchentes deve atingir o seu momento de pico na próxima quarta-feira e a previsão é de que não melhore nas próximas semanas.

Reação – A Força Aérea do país usa helicópteros para levar água e alimentos aos desabrigados. Uma das cidades atingidas, chamada Rockhampton – no centro do estado – está completamente isolada. A governadora, Anna Bligh, informou que alguns moradores precisaram ser retirados em pequenas embarcações.

Ela também convocou ministros que estavam de férias para discutir a crise. “Diante da dimensão do desastre e da perspectiva de ver a água subir por mais algumas semanas, vamos ter questões importantes a lidar durante o mês de janeiro”, disse.

A primeira-ministra do país, Julia Gillard, também manifestou preocupação. “A situação das enchentes em Queensland é sem precedentes e requer uma reação nacional e de unidade”, afirmou. As inundações já atingiram cerca de 850.000 quilômetros quadrados, uma área equivalente ao tamanho da França e da Alemanha juntas.

Continua após a publicidade

Publicidade