Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Emir do Kuwait dissolve Parlamento

O emir do Kuwait, xeque Sabah al-Ahmad Al-Sabah, dissolveu por decreto o Parlamento nesta terça-feira, a quarta vez em menos de seis anos em que isto acontece devido à crise política, anunciou a emissora estatal.

Segundo a emissora, “o emir promulgou um decreto para dissolver a Assembleia Nacional”, uma medida precedida da renúncia do governo, acusado de corrupção por deputados da oposição.

O emir justificou a dissolução afirmando que estes acontecimentos no Kuwait constituem “uma ameaça para os interesses maiores do país”, de acordo com o texto do decreto emitido pela agência de notícias oficial Kuna.

Na semana passada, ele aceitou a demissão do governo liderado por seu sobrinho, xeque Nasser Mohammad al-Ahmad Al-Sabah, e nomeou o xeque Jaber Moubarak Al-Sabah, outro membro da família real, como novo primeiro-ministro.

O xeque Nasser, de 71 anos, renunciou após manifestações conduzidas por jovens, apoiados por políticos da oposição, contra a corrupção do governo.

Uma dissolução do Parlamento abre caminho para a realização de eleições gerais em um prazo de 60 dias.

O Kuwait, terceiro produtor da Opep, produz atualmente aproximadamente 3 milhões de barris por dia. Tem uma população nativa de 1,2 milhão de habitantes e recebe 2,4 milhões de estrangeiros.