Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Embaixador do Reino Unido nos EUA renuncia após conflito com Trump

Vazamento de e-mails em que diplomata criticava governo americano provocou a fúria do presidente republicano

Por Da Redação - Atualizado em 10 jul 2019, 15h48 - Publicado em 10 jul 2019, 09h09

O embaixador do Reino Unido em Washington, Kim Darroch, pediu demissão nesta quarta-feira, 10, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o rotulou de “estúpido” e “maluco” após a divulgação de mensagens confidenciais nas quais o diplomata britânico criticava o governo americano.

As mensagens foram publicadas por um jornal britânico, enfurecendo Trump, que lançou ataques pelo Twitter tanto contra o embaixador como contra a primeira-ministra britânica, Theresa May.

“Desde o vazamento de documentos oficiais desta Embaixada houve muita especulação em torno de minha posição e da duração do meu mandato como embaixador”, escreveu Darroch em sua carta de renúncia.

“Eu quero pôr fim a essa especulação”, acrescentou. “A situação atual impossibilita que eu desempenhe o meu papel como eu gostaria.”

Publicidade

Nesta quarta, May afirmou ao Parlamento que Darroch deve deixar o posto até o fim do ano. “Eu disse a ele que é motivo de grande pesar que ele tenha sentido a necessidade de deixar seu cargo como embaixador em Washington”, afirmou a premiê.

Na terça-feira 9, Donald Trump afirmou que o embaixador é “um cara muito burro” e “desequilibrado”.

Os ataques foram a reposta de Trump ao conteúdo de uma série de e-mails vazados no último domingo 7 pelo jornal Daily Mail. Nas mensagens, o embaixador Darroch revela suas opiniões pouco positivas sobre o governo “atrapalhado” de Trump.

“Não acreditamos realmente que este governo vá se tornar substancialmente mais normal; menos disfuncional; menos imprevisível; menos dividido por facções; menos diplomaticamente desajeitado e inapto”, escreveu o diplomata em um dos e-mails.

Publicidade

Após o vazamento, o governo do Reino Unido reafirmou seu “apoio total” a Kim Darroch.

Trump decidiu também não poupar críticas a Theresa May e atacou a forma como a premiê negociou o acordo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE). O líder americano afirmou que havia dito a May como ela deveria fazer o pacto com o bloco, mas que “ao insistir em sua estratégia tola, ela foi incapaz de conclui-lo”.

(Com Reuters)

Publicidade