Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Em visita ao Líbano, Ban Ki-moon demonstra preocupação com Hezbollah

Por Da Redação 13 jan 2012, 17h03

Beirute, 13 jan (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, manifestou nesta sexta-feira sua preocupação com o braço armado do grupo xiita libanês Hezbollah e considerou inaceitável a existência de armas no Líbano fora do controle do Estado.

‘Estamos inquietos com a atuação do braço armado do Hezbollah. A Onu pede que essas armas sejam entregues, é inaceitável que elas estejam foram do controle do Estado’, disse Ban em entrevista coletiva num hotel em Beirute, onde chegou nesta sexta-feira para uma visita de três dias.

Para o responsável da ONU, devem ser feitos ‘mais esforços para estender a soberania do Governo em todo o país’, afirmou o secretário em referência ao Hezbollah e aos grupos palestinos que se negam a entregar seus armamentos.

Ban Ki-moon se reuniu com o presidente do Líbano, Michel Suleiman, e o primeiro-ministro Najib Mikati. No encontro, os líderes discutiram a aplicação das resoluções internacionais, a situação na Síria e as eventuais repercussões que a crise no país vizinho pode ter no Líbano.

‘Vim para expressar meu apoio à soberania e à estabilidade do Líbano’, explicou Ban, que lembrou que a presença da Onu no país é importante para garantir a paz na região.

O secretário agradeceu o papel desempenhado pelo Líbano durante sue mandato como membro não-permanente do Conselho de Segurança da Onu, e afirmou que espera que o país continue aplicando as resoluções internacionais, especialmente a que colocou fim à guerra entre Israel e o Hezbollah de 2006. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade