Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Em missa de ano novo, papa condena as desigualdades

Em todo dia 1º de janeiro, a Igreja Católica celebra a jornada mundial da paz

Por Da Redação 1 jan 2013, 09h42

O papa Bento XVI rezou nesta terça-feira pela paz no mundo e condenou as desigualdades entre ricos e pobres, assim como o “capitalismo financeiro não regulado”, durante a tradicional missa de ano novo, na Basílica de São Pedro, no Vaticano.

O pontífice citou “os focos de tensão e de confronto provocados pela crescente desigualdade entre ricos e pobres e a predominância de uma mentalidade egoísta e individualista”, que também seria uma das manifestações do “capitalismo financeiro não regulado”.

Por outro lado, Bento XVI afirmou que a humanidade tem “uma vocação inata para a paz” e citou um trecho da Bíblia: “Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus”. No dia 1º de janeiro, a Igreja Católica celebra a jornada mundial da paz.

Saiba mais:

Saiba mais: Na Missa do Galo, papa critica violência em nome de Deus

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade

Publicidade