Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em meio a tensão, Irã diz que irá confrontar ameaças dos Estados Unidos

Resposta de Teerã ocorre após derrubada de um avião não-tripulado americano pela República Islâmica

O Irã afirmou neste sábado, 22, que responderá com firmeza a qualquer ameaça dos Estados Unidos, informou a agência de notícias Tasnim, em meio à crescente tensão entre Teerã e Washington pela derrubada de um avião não-tripulado americano pela República Islâmica. Na quinta-feira, 20, um míssil iraniano destruiu um Global Hawk, drone de vigilância dos EUA. Neste sábado, Teerã informou novamente que o drone teria sido abatido sobre seu território. Mas, segundo Washington, o incidente ocorreu em espaço aéreo internacional.

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse na sexta-feira que abortou um ataque militar em retaliação, que poderia ter matado 150 pessoas, ao mesmo tempo em que sinalizou estar aberto a conversações com Teerã. “Independentemente de qualquer decisão tomada por eles, não permitiremos que nenhuma das fronteiras do Irã seja violada. O Irã enfrentará com firmeza qualquer agressão ou ameaça dos Estados Unidos”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Abbas Mousavi, à Tasnim.

Veja também

Preocupações sobre um confronto entre o Irã e os Estados Unidos aumentaram, apesar de Trump dizer que não tem apetite para uma guerra contra o Irã. Teerã também disse não procurar por uma guerra, mas alertou para uma resposta “esmagadora”, caso sejam atacados.

“Qualquer erro dos inimigos do Irã, em particular dos Estados Unidos e de seus aliados regionais, seria como disparar contra um barril de pólvora que incendiará a América, seus interesses e seus aliados”, disse neste sábado à Tasnim o porta-voz das Forças Armadas do Irã, Abolfazl Shekarchi.

A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos emitiu na quinta-feira uma ordem de emergência proibindo os operadores dos EUA de voarem sobre o Estreito de Ormuz e o Golfo de Omã, áreas ultramarinas do espaço aéreo controlado por Teerã. Algumas companhias aéreas internacionais também estão tomando precauções relacionadas. Neste sábado, no entanto, o Irã afirmou que seu espaço aéreo é “seguro” para todos os aviões atravessarem, segundo a Tasnim.