Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Em 15 dias, enchentes provocam 62 mortes no Irã

Alagamentos danificam mais de um terço da rede elétrica do país e 12.000 km de vias do país e destroem 84 pontes

O número de mortos nas enchentes que atingem o Irã há 15 dias chegou a 62 nesta quinta-feira, 4, de acordo com a Organização de Medicina Legal Iraniana. Segundo Ahmad Shojaee, líder da entidade, província de Fars, ao sul do país, foi a mais afetada, com 21 mortos. Catorze pessoas morreram em Lorestan e outras oito em Golestan, no norte.

Mortes relacionadas às fortes chuvas foram relatadas em pelo menos 11 das 31 províncias iranianas, acrescentou Shojaee. A agência de notícias iraniana Isna deixou claro que a atual contagem considera apenas os corpos que chegaram aos necrotérios do país, indicando que o número de vítimas fatais deve subir.

Uma grande parte do Irã sofre com os alagamentos desde março. As fortes chuvas começaram castigando o nordeste do país em 19 de março, antes de alcançarem o oeste e o sudeste, que foram inundados no dia 25, registrando a morte de 45 pessoas. Fortes chuvas voltaram a atingir a região no dia 1° de abril, agravando a situação.

“Setenta e oito rodovias interestaduais foram bloqueadas e pelo menos 2.199 vias rurais e 84 pontes foram totalmente destruídas”, declarou à televisão local Behnam Saeedi, um porta-voz da Organização de Gestão de Desastre Nacional.

Pelo menos 141 rios transbordaram em 15 províncias e houve 400 deslizamentos de terra. segundo a entidade. Dados iniciais do governo israelense estimam que as enchentes danificaram cerca de 12.000 quilômetros de vias e 36% da rede de energia do país.