Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Musk diz que ‘alienígenas construíram pirâmides’ e é rebatido pelo Egito

Bilionário americano foi alvo de críticas de especialistas e recebeu convite do governo egípcio para 'explorar textos'

Por Caio Saad Atualizado em 5 ago 2020, 15h07 - Publicado em 3 ago 2020, 13h59

Conhecido por sua postura excêntrica, o bilionário americano Elon Musk recebeu um leve puxão de orelha no final de semana após afirmar em uma publicação no Twitter que as pirâmides do Egito foram “construídas por alienígenas”. Em resposta, a ministra de Cooperação Internacional egípcia, Rania al-Mashat, o convidou no sábado 1º para visitar as tumbas das pessoas que construíram os monumentos. 

Se tratando de Musk, criador da SpaceX, primeira empresa privada a enviar foguetes tripulados ao espaço, não é certo se ele estava falando sério ou apenas brincando. No entanto, a publicação, que recebeu mais de 546.000 curtidas, foi suficiente para que especialistas e autoridades se posicionassem. 

“Acompanho seu trabalho com muita admiração. Convido você e a SpaceX a explorarem os textos sobre como as pirâmides foram construídas e também checarem as tumbas dos construtores das pirâmides. Sr. Musk, aguardamos você”, escreveu al-Mashat. 

Em vídeo, o arqueólogo e ex-ministro das Antiguidades do Egito Zahi Hawass afirmou que a fala de Musk é uma “alucinação”, destacando que as tumbas dos construtores, descobertas na década de 90, provam de “uma vez por todas” que os egípcios construíram as pirâmides. A fala foi reiterada pelo diretor da área arqueológica das pirâmides, Ashraf Mohie, que destacou que uma missão enviada à região encontrou fornos para assar pães e até mesmo celeiros para guardar animais de abate. 

“Eu realmente não queria comentar estas afirmações porque elas não valem isso, mas a informação enganosa se tornou viral e tive que comentar, especialmente já que não é baseada em nenhuma evidência científica”, disse Hawass à revista egípcia EgyptToday

Segundo o egiptólogo, as tumbas dos trabalhadores envolvidos na construção dos monumentos indicam que as Pirâmides de Gizé eram o projeto nacional egípcio da época, construídas ao longo de 32 anos.

Continua após a publicidade

“Logo, temos que anunciar a este bilionário que as evidências arqueológicas, históricas e linguísticas provam que os construtores das pirâmides eram os egípcios antigos”, afirmou. 

Depois de reações de usuários à sua publicação, Musk pareceu ter reconhecido que estava errado e publicou um link para um artigo da rede britânica BBC sobre os construtores, dizendo que “este artigo da BBC fornece um resumo sensato sobre como foi feito”. 

Algumas teorias sobre a suposta participação de extraterrestres em monumentos se popularizaram com livros como Eram os Deuses Astronautas, de Erich von Däniken, e com o programa de TV Alienígenas do Passado, mas não são levadas a sério pelos estudiosos. 

  • Além de sucesso no ramo empresarial, Musk também coleciona diversas polêmicas. O criador da Tesla, que mais cedo neste mês ultrapassou a japonesa Toyota em valor de mercado e se tornou a fabricante de automóveis mais valiosa do planeta, afirmou em março deste ano que “o pânico do coronavírus é idiota”. Os Estados Unidos somam mais de 4,7 milhões de casos, incluindo mais de 157.000 mortes.

    Em resposta a um usuário do Twitter que disse que “o governo dos EUA organizaram um golpe contra Evo Morales na Bolívia para que você possa obter lítio lá”, Musk disse: “Vamos dar um golpe em quem quisermos. Lide com isso!”.

    Em 2018, Musk já havia sido criticado por publicações em sua conta no Twitter. Na época, o empresário chamou de “pedófilo” o mergulhador Vernon Unsworth, que teve papel-chave na operação para resgatar doze adolescentes que ficaram mais de duas semanas presos em uma caverna na Tailândia.

    VEJA RECOMENDA | Conheça a lista dos livros mais vendidos da revista e nossas indicações especiais para você.

    Continua após a publicidade
    Publicidade