Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Egito flexibiliza acesso de palestinos

O Egito flexibilizou o acesso dos palestinos ao seu território através da passagem fronteiriça de Rafah, autorizando pessoas com menos de 40 anos a entrar sem visto se viajarem com a família, afirmaram autoridades palestinas nesta segunda-feira.

“Os egípcios nos informaram oficialmente sobre uma decisão que autoriza qualquer palestino com menos de 40 anos a cruzar Rafah com sua família, sem visto, a partir de hoje”, disse Maher Abu Sabha, diretor de fronteiras no governo de Gaza, chefiado pelo movimento islamita Hamas.

Até agora, os palestinos com menos de 40 anos não podiam viajar ao Egito sem visto pelo terminal de Rafah, única passagem fronteiriça entre o território palestino e o exterior, sem passar pelo controle de Israel.

Em virtude da nova norma, os palestinos dessa faixa etária não precisarão de visto se viajarem com a família.

O número de palestinos autorizados a atravessar diariamente o terminal fronteiriço de Rafah passou de 1.000 a 1.500 desde que o islamita Mohamed Mursi chegou à Presidência egípcia. Este terminal permanece aberto nove horas por dia durante seis dias por semana.

Em 11 de julho, o chefe de governo do Hamas em Gaza, Ismail Haniyeh, pediu às autoridades egípcias a abertura do terminal 24 horas por dia.

O Egito abriu o terminal de Rafah permanentemente em maio de 2011, depois que uma revolta popular derrubou o presidente Hosni Mubarak.

Israel impõe desde 2006 um bloqueio à Faixa de Gaza com severas restrições à circulação de pessoas e bens, assim como no âmbito marítimo.