Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Egito aprova o uso da vacina chinesa Sinopharm contra Covid-19

Antígeno deve começar a ser usado ainda em janeiro, segundo autoridades locais

Por Da Redação 3 jan 2021, 09h32

O Egito aprovou neste fim de semana a vacina desenvolvida pela gigante farmacêutica chinesa Sinopharm. O antígeno deve começar a ser usado ainda em janeiro, de acordo com o ministro egípcio da Saúde, Hala Zayed.

“A autoridade farmacêutica egípcia aprovou no sábado a vacina chinesa Sinopharm”, afirmou Zayed, em declarações dadas a uma televisão local.

A vacina, que é produzida pela Sinopharm com o Instituto de Produtos Biológicos de Pequim, tem eficácia de 79%, segundo dados informados pelo grupo farmacêutico na última quarta-feira, 30, taxa inferior à das reivindicadas pelas concorrentes Pfizer/BioNTech (95%) e Moderna (94,1%).

País árabe mais populoso com cerca de 100 milhões de habitantes, o Egito já registrou mais de 140 mil casos de Covid-19 e 7,8 mil mortes.

Continua após a publicidade
Publicidade