Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Editorial de moda inspirado em refugiados é acusado de ‘oportunismo’

O ensaio idealizado por um fotógrafo húngaro exibe uma modelo em poses sensuais usando roupas de grife e tirando selfies ao lado de uma cerca de arame farpado

Um editorial de moda produzido pelo fotógrafo húngaro Norbert Baksa e inspirado na atual crise migratória está atraindo muitas críticas. O ensaio, batizado de “Der Migrant” (O migrante, em alemão), exibe imagens de uma bonita modelo, usando véu e roupas de grife, pulando uma cerca de arame farpado e tirando selfies com um celular com capa da marca Chanel.

As fotos motivaram uma série de críticas de internautas nas redes sociais e da imprensa mundial, que as acusaram de serem ofensivas e oportunistas. Em algumas das fotos a modelo Monika Jablonczky é arrastada por policiais e tem os seios quase à mostra. Nas redes sociais, as fotos – e o fotógrafo – vêm sendo massacradas pela “insensibilidade” e “irresponsabilidade” ao retratar um drama humano.

Leia também:

Refugiado sírio no Uruguai agride funcionários do governo

UE: Se crise síria piorar, mais de 3 milhões de refugiados devem chegar à Europa

Alemanha pode receber até 1,5 milhão de imigrantes em 2015

O fotógrafo defendeu o editorial em seu site. “Nós não queríamos ofender ninguém, mas chamar a atenção para a complexidade do problema dessas pessoas. Durante a sessão nós fizemos nosso melhor para respeitar as crenças e convicções das pessoas e não ultrapassar certos limites”.

Segundo Baksa, o ensaio foi inspirado nas fotografias publicadas pela imprensa mundial. “Com a série de fotos nós queríamos colocar um espelho de frente para a mídia; as fotos foram tiradas com base em fotografias já publicadas na mídia, isso foi o que nós reproduzimos”, escreveu.

Por enquanto, o ensaio foi publicado apenas nas contas no Twitter e Instagram de Norbert Baksa e em seu site oficial, mas ele afirma ter recebido diversos convites de publicações de vários países para divulgar as imagens.

(Da redação)