Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ebola matou 2,2 mil pessoas desde agosto de 2018 na RDC

Atual epidemia é a décima a ocorrer em território congolês desde 1976

Por AFP - 29 dez 2019, 13h34

Um total de 3.373 casos de pessoas contagiadas com o vírus do ebola foram registrados na República Democrática do Congo (RDC), dos quais 2.231 morreram desde agosto de 2018, informaram neste domingo as autoridades de Saúde do país africano.

O relatório divulgado pelo Comitê Multissetorial de Resposta à Epidemia (CMRE) acumula os casos desde que, há dezesseis meses, foi declarada a epidemia, que afeta principalmente as províncias de Kivu do Norte e Ituri, no leste.

As autoridades de saúde também informaram que estão sendo investigados 341 casos suspeitos.

As ações de combate à doença são abaladas periodicamente devido à presença de diversas milícias nas áreas afetadas.

Membros das equipes de saúde foram mortos ou feridos em ataques armados em Kivu do Norte e em Ituri, e os centros de saúde criados para tratar as vítimas também são alvo de atentados.

A atual epidemia de ebola é a décima em território congolês desde 1976 e a segunda epidemia mais grave da história depois da África Ocidental em 2014 (11.000 mortos na Libéria, em Serra Leoa e na Guiné).

Continua após a publicidade
Publicidade