Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ebola mata 20 pessoas em novo surto na África

Desde 1º de junho, a Organização Mundial da Saúde reconhece como crítica a situação no noroeste da República Democrática do Congo

Por Da Redação - Atualizado em 14 jul 2020, 22h30 - Publicado em 14 jul 2020, 19h28

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta terça-feira, 14, que foram confirmados 49 casos e 20 mortes por Ebola, na província do Equador, no noroeste da República Democrática do Congo. Os casos foram computados desde  1º de junho, quando um surto na região foi anunciado pelo governo o país.

“Este ainda é um surto muito ativo, e eu diria que ainda é uma grande preocupação”, disse Mike Ryan, diretor da OMS para Emergências Sanitárias.

“Como vimos em Kivu do Norte, os surtos de Ebola podem sair do controle muito facilmente”, acrescentou Ryan em referência ao episódio que atingiu o leste da República Democrática do Congo, entre 2018 e 2020, matando mais de 2.200 pessoas.

Das 49 pessoas que contraíram Ebola na província do Equador, 11 já estão curadas.

Mais de 11.300 de pessoas foram vacinadas na região no mês de junho — em comparação, entre 2018 e 2020, mais de 300.000 receberam a vacina contra a doença.

Com um milhão de habitantes, a cidade de Mbandaka é o centro deste surto, que é o 11º da história da República Democrática do Congo.

Mbandaka já havia sido palco de outro surto de Ebola, entre maio e julho de 2018. Naquela ocasião, pelo menos 54 pessoas foram contaminadas e 33 morreram.

Além do Ebola, a República Democrática do Congo contabiliza mais de 3.000 casos da Covid-19, dentre eles 188 mortes, e também enfrenta uma epidemia de sarampo, na qual mais de 6.000 pessoas já morreram.

(Com EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade