Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Durante exame de Biden, Kamala vira primeira mulher a comandar EUA

Vice-presidente comandou o país das 10h10 às 11h35, no horário local, enquanto mandatário passava por colonoscopia de rotina

Por Da Redação 19 nov 2021, 14h34

A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, se tornou nesta sexta-feira, 19, a primeira mulher da história a comandar o país. Devido a uma colonoscopia de rotina, na qual esteve sob anestesia, o presidente Joe Biden transferiu os poderes presidenciais de forma temporária para Harris. 

Passada uma hora e 20 minutos, o cargo voltou para Biden. Kamala, por sua vez, foi presidente das 10h10 às 11h35, no horário local.

A situação, no entanto, acontece em um momento conturbado para a democrata. Uma pesquisa de opinião divulgada em 7 de novembro indicou que apenas 28% dos americanos aprovam a californiana, o que faz dela a vice menos popular dos Estados Unidos em ao menos 50 anos.  

Biden, que completa 79 anos no próximo sábado, 20, deu entrada no Walter Reed Medical Center nesta sexta-feira para realizar o seu primeiro exame anual de rotina desde que chegou ao cargo mais alto do país. Durante procedimentos médicos que exigem anestesia, é comum que o vice-presidente assuma poderes enquanto o chefe de Estado está incapacitado. 

De acordo com a lei americana, o presidente pode enviar uma carta aos líderes do Senado e do Congresso declarando-os incapazes de exercer os deveres de seu cargo, transferindo então para o vice em exercício. 

Joe Biden é o presidente em primeiro mandato mais velho da história dos Estados Unidos e sua última atualização médica pública foi divulgada há quase dois anos, quando ainda era candidato. Em um resumo de três páginas, seu médico o descreveu como um “homem de 77 anos de idade saudável e vigoroso”.

O evento médico mais significativo de sua vida se deu em 1988, quando ainda era senador. Na época, Biden sofreu um aneurisma e, já no hospital, desenvolveu uma trombose venosa e embolia pulmonar, passando por um tratamento que durou vários meses.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)