Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Doze militantes da rede Al Qaeda fogem de prisão no Iêmen

Doze membros da rede terrorista Al Qaeda fugiram nesta segunda-feira de uma prisão da cidade de Áden, no sul do Iêmen, disseram as autoridades locais. Além dos militantes, outros dois prisioneiros também escaparam por meio de um túnel de seis metros, que cavaram por baixo dos muros do centro de detenção.

Leia também:

Leia também: Iêmen é uma porta escancarada para atuação da Al Qaeda

Alguns dos fugitivos estavam prestes a serem julgados por assaltos a bancos, enquanto outros eram acusados de assassinatos de agentes de segurança do país. Em junho, militantes da Al Qaeda invadiram a prisão central da cidade de Mukalla, liberando dezenas de prisioneiros.

O Exército iemenita tem trocado tiros de forma reconrrente com a Al Qaeda em diferentes partes do país. Os combates mais intensos entre as forças sírias e a rede terrorista acontecem em Zinjibar, capital da província de Abyan, onde militantes controlam a maior parte da cidade.

Enquanto isso, o Iêmen está passando por uma crise política intensa: protestos em todo o país exigem reformas e eleições livres. O presidente Ali Abdullah Saleh, que governo por 32 anos, concordou no mês passado a entregar o poder a seu vice, e deixar a Presidência dentro de 90 dias.