Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Documentos vazados revelam que Jeb Bush está preocupado com Rubio e não com Trump

Um dos trechos, destinado à comunicação com doadores, tem como título 'Marco Rubio é uma aposta arriscada'. Papeis também recordam escândalos envolvendo Rubio

Uma apresentação de 112 páginas da campanha do pré-candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Jeb Bush, divulgada nesta sexta-feira pelo site US News revela uma estratégia do ex-governador da Flórida focada em atacar o senador do mesmo estado Marco Rubio. Os documentos apontam a campanha e o pré-candidato não se preocupam com o magnata Donald Trump e o ex-cirurgião Bem Carson, que lideram as pesquisas, mas focam suas atenções no ex-pupilio de Jeb Bush.

Entre os documentos há pesquisas internas, metas da campanha no estado-chave de Iowa e o plano de impacto publicitário para janeiro de 2016. No entanto, o trecho de maior destaque é a confirmação de uma estratégia destinada a minar o apoio ao pré-candidato Rubio. Um dos trechos do documento, destinado à comunicação com doadores e possíveis doadores, tem como título “Marco Rubio é uma aposta arriscada”, e nele são detalhados vários motivos pelos quais, segundo a campanha de Bush, os doadores deveriam pensar duas vezes antes de dar seu apoio a Rubio.

Leia também

Pré-candidatos voltam-se contra os moderadores e a imprensa no debate republicano

Ben Carson ultrapassa Donald Trump na corrida republicana

Donald Trump inspirou vilão de ‘De Volta para o Futuro’

Entre esses motivos, o texto lembra que o político cubano-americano esteve envolvido em um escândalo quando era legislador no Estado da Flórida por usar o cartão de crédito do Partido Republicano para despesas pessoais. O documento também indica que, em 2005, Rubio e o ex-congressista pela Flórida David Rivera compraram conjuntamente uma casa numa transação suspeita. Posteriormente, eles venderam o imóvel e Rubio teve prejuízos de 18.000 dólares (70.000 reais). “Aqueles que vasculharam o passado de Marco se mostraram preocupados com o que encontraram”, conclui no documento a campanha de Bush.

No debate entre os pré-candidatos republicanos à Casa Branca desta quarta, o terceiro da campanha, Bush e Rubio se envolveram em uma discussão pelas ausências do segundo no Senado. Os moderadores da emissora CNBC perguntaram a Rubio sobre um duro editorial publicado em um dos principais jornais da Flórida, o Sun Sentinel, que o acusava de ser o senador que mais faltou a votações neste ano.

Jeb Bush entrou na conversa e lembrou Rubio que o trabalho de senador não é o de “uma semana laboral francesa” na qual “só é necessário se apresentar ao trabalho por três dias”. “Marco, quando você aceitou isso, você sabia que era um mandato de seis anos. Você deveria comparecer ao trabalho. Você pode fazer campanha e renunciar, deixando que outro faça o trabalho. Há muita gente na Flórida que espera um senador que lute por eles todos os dias”, alfinetou Bush.

Leia mais

Conheça as candidatas republicanas a primeira-dama

Gorda, porca… os insultos machistas de Donald Trump

(Da redação)