Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Ditadura chilena exigia declarações para negar existência de desaparecidos

Por Da Redação
3 ago 2012, 18h09

Santiago do Chile, 3 ago (EFE).- A ditadura de Augusto Pinochet exigiu declarações dos cidadãos chilenos que certificavam que seus parentes, vítimas da repressão, estavam no exterior, uma medida que tinha intenção de negar a existência de presos desaparecidos.

Assim aponta a carta, datada no dia 11 de abril de 1977, enviada pelo então diretor da Direção Nacional de Inteligência (Dina), Manuel Contreras, que atualmente encontra-se preso, ao Ministério das Relações Exteriores. A carta faz parte dos arquivos procedentes da Chancelaria que estão depositados no Museu da Memória de Santiago.

‘Adjunto ao presente ofício, se remetem em memorando s/n., uma relação de declarações pessoais de 14 indivíduos e 11 declarações juradas, na qual familiares certificam que seus parentes se encontram no exterior’, indica a carta citada.

No entanto, não se sabe ao certo se esses indivíduos mencionados estavam efetivamente vivos e no exterior, assim como o procedimento e os motivos precisos que levaram às autoridades a obter este tipo de declarações, inéditas até agora.

Continua após a publicidade

Perguntada a respeito, a presidente do Agrupamento de Familiares de Detidos Desaparecidos, Lorena Pizarro, declarou à Agência Efe que não tinha conhecimento da existência destes documentos.

‘Não tinha ideia da existência disso. Não tínhamos ideia dessa barbaridade. Certamente, deve ter sido uma das artimanhas que a ditadura utilizou para desacreditar a luta da oposição e a existência da prática do desaparecimento no país’, manifestou.

Além disso, segundo os relatórios oficiais, outras 3,2 mil pessoas morreram pelas mãos do regime, das quais mil ainda estão em condições de presas desaparecidas, uma prática que a ditadura negou durante anos. EFE

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.