Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Disney de Xangai reabre as portas com queda dos casos de Covid

O fim do lookdown na cidade foi no começo de junho, e aos poucos os estabelecimentos voltam a abrir

Por Da Redação 29 jun 2022, 16h30

A Disneylândia em Xangai abrirá suas portas na quinta-feira, 30, depois de estar fechada por três meses. O parque de diversões parou suas atividades em 21 de março, quando a cidade enfrentava um forte aumento de casos de  Covid-19. Milhões de residentes foram obrigados a permanecer em suas casas, e lojas e restaurantes foram fechados.

A cidade suspendeu o lockdown em 1º de junho, o que afrouxou algumas das restrições e permitiu que a maioria dos moradores locais pudessem sair de casa. No começo deste mês, o Disney Resort de Xangai reabriu algumas lojas e áreas de lazer como o Disneytown, Wishing Star Park e o Hotel da Disney em Xangai, mas o parque principal ainda estava fechado.

Em declaração, a Disney afirmou que irá operar com capacidade limitada, e para entrarem, os hóspedes deverão apresentar teste negativo da Covid nas últimas 72 horas. 

Restaurantes também começam abrir na cidade, nesta quarta-feira, 29, e seguem o mesmo protocolo de segurança que o parque. Além disso, os frequentadores só podem permanecer 90 minutos no estabelecimento. 

Xangai se prepara gradualmente para viajantes internacionais. Na terça-feira, 28, a Comissão Nacional de Saúde disse que a China vai diminuir a quarentena para residentes que desejam visitar o país. Quem quiser entrar terá que permanecer sete dias na facilidade governamental e três dias em casa. Antes o requisito era de 14 dias no local de quarentena oficial do país e sete dias em casa. No entanto,  é altamente improvável que a China abrirá as fronteiras para não-residentes.

+ Pequim indica que adotará política de ‘Covid zero’ para os próximos 5 anos

Mesmo com as restrições, esta é a primeira vez que a China diminui o tempo de quarentena. A economia chinesa desacelerou desde que o lockdown foi introduzido, mas com o afrouxamento das restrições, analistas da Morgan Stanley prevêem uma mudança no cenário. Acreditam que o PIB do país irá crescer ano a ano no terceiro trimestre e 4.7% no quarto trimestre.  

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)