Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma Rousseff vai à Venezuela na primeira semana de novembro

A presidente brasileira Dilma Rousseff irá a Caracas para se reunir com seu colega venezuelano Hugo Chávez na primeira semana de novembro em um encontro que tem como objetivo dar seguimento aos acordos de cooperação bilateral, informou neste sábado a Chancelaria da Venezuela em um comunicado.

Os mandatários decidiram, em uma conversa por telefone realizada na sexta-feira, fixar a data para “os primeiros dias” de novembro a fim de retomar “os encontros trimestrais de acompanhamento e avaliação de projetos e acordos entre ambos os países”, indicou a mensagem oficial, sem indicar uma data exata para o encontro.

Durante a conversa, a presidente destacou a importância da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), que nascerá durante uma cúpula presidencial que será realizada na Venezuela nos dias 2 e 3 de dezembro, acrescentou a mensagem.

A criação da Celac é um “passo gigantesco de todo o nosso continente para a união”, considerou Dilma, citada na nota oficial.

Ambos os chefes de Estado também saudaram os avanços da consolidação da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), depois da adesão do Paraguai na sexta-feira ao bloco regional, segundo o comunicado.

O governo brasileiro informou na sexta que Chávez e Dilma chegaram a um acordo para consolidar a participação da Venezuela na construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, depois de o pacto ter sido comprometido por divergências em relação ao financiamento.

Brasil e Venezuela mantêm amplos acordos de cooperação em projetos de construção, hidrocarbonetos e hidrelétricos, entre outros.