Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma diz que Rio+20 deve discutir propostas realistas

Brasília, 4 abr (EFE).- A presidente Dilma Rousseff descartou nesta quarta-feira a possibilidade de discutir propostas impossíveis na conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável Rio+20, que será realizada no Rio de Janeiro em junho.

‘Uma conferência como esta não tem espaço para fantasia’, disse Dilma durante reunião do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas realizada no Palácio do Planalto.

A governante afirmou que a missão da Rio+20 é ‘propor um novo paradigma de crescimento que não pareça absurdamente etéreo e fantasioso’ e que leve em conta que ‘milhões e milhões de pessoas’ vivem sem as condições básicas de vida.

‘Eu tenho que explicar para as pessoas como é que elas vão comer, como é que elas vão ter acesso a água e energia. Eu não posso falar que é possível só com energia eólica iluminar o planeta, só com energia solar. Tem que ter base científica nossa discussão’, argumentou.

Dilma sustentou também que é preciso se compreender que muitos países carecem de recursos para ter uma matriz energética renovável, como é o caso do Brasil, que produz cerca de 80% de sua eletricidade em usinas hidrelétricas.

Na opinião da presidente, o Brasil deve assumir uma posição de ‘liderança’ na Rio+20 para expor sua experiência no desenvolvimento sustentável. No entanto, a postura brasileira deverá ser ‘humilde’ porque o país ainda precisar ‘fazer mais’ nesse setor.

A Rio+20 acontecerá entre os dias 20 e 22 de junho. EFE