Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa Francisco critica Polônia por recusar refugiados

Quase 100.000 pessoas se reuniram no Vaticano para celebrar a data em que Karol Wojtyla foi entronizado, em 1978

Quase 100.000 pessoas, incluindo muitos peregrinos poloneses, compareceram neste sábado a uma audiência geral do papa Francisco, no dia de São João Paulo II e de sua famosa frase “Não tenham medo”.

“Queridos irmãos e irmãs, há exatamente 38 anos, quase a esta hora, nesta praça, ressoavam as palavras lançadas ao mundo inteiro: ‘Não tenham medo! Abram – ainda mais – abram de par em par as portas a Cristo!'”, disse Francisco, ao recordar as palavras de João Paulo II em 22 de outubro de 1978, dia da missa de entronização do papa polonês.

“Que ressoe em seus espíritos e em seus corações o chamado de seu grande cidadão a despertar a fantasia da misericórdia, para que possam testemunhar o amor de Deus a todos aqueles que têm necessidade”, disse o papa aos peregrinos poloneses.

Em várias oportunidades, o papa Francisco criticou a recusa das autoridades da Polônia a receber refugiados.

(Com agência France-Presse)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tiburtino Lacerda

    Pimenta no traseiro alheio, é REFRESCO, dos bons! QUANTOS REFUGIADOS, o Vaticano já acolheu?

    Curtir

  2. Micky Oliver

    Por que o Vaticano não os recebem então? O Vaticano também é um país!

    Curtir

  3. Felipe Costa

    O Vaticano já acolhe refugiados.

    Curtir

  4. Renan Maciel

    Odeio populismo, sempre dá errado. O Papa está fazendo seu papel de reconciliador mas não devemos sair abrindo as fronteiras para qualquer pessoa.

    Curtir

  5. Paka Kaska Jr.

    A CARIDADE primeiro COMEÇA CONSIGO – a Polônia, dos países europeus, é uma mera mendiga, é um brezil… não existe pro mundo… repartir pobreza é espírito comunista, socialismo que nunca deu certo… nem lá no inferno.

    Curtir

  6. Andrey Tchepurnoy

    Esse papa já encheu demais o saco..

    Curtir

  7. Almerio P. Gaertner

    A “invasão branca” da Europa deve ser barrada. Se necessário com o uso da força. Os invasores devem ser expulsos e repatriados a sua origem. Por que esses “invasores” escolheram a Europa como destino? Por que não tomaram rumo a países muçulmanos/

    Curtir

  8. Isso não é da conta do papa.

    Curtir