Clique e assine a partir de 9,90/mês

Papa Francisco critica Polônia por recusar refugiados

Quase 100.000 pessoas se reuniram no Vaticano para celebrar a data em que Karol Wojtyla foi entronizado, em 1978

Por Da redação - Atualizado em 22 out 2016, 16h04 - Publicado em 22 out 2016, 15h46

Quase 100.000 pessoas, incluindo muitos peregrinos poloneses, compareceram neste sábado a uma audiência geral do papa Francisco, no dia de São João Paulo II e de sua famosa frase “Não tenham medo”.

“Queridos irmãos e irmãs, há exatamente 38 anos, quase a esta hora, nesta praça, ressoavam as palavras lançadas ao mundo inteiro: ‘Não tenham medo! Abram – ainda mais – abram de par em par as portas a Cristo!'”, disse Francisco, ao recordar as palavras de João Paulo II em 22 de outubro de 1978, dia da missa de entronização do papa polonês.

“Que ressoe em seus espíritos e em seus corações o chamado de seu grande cidadão a despertar a fantasia da misericórdia, para que possam testemunhar o amor de Deus a todos aqueles que têm necessidade”, disse o papa aos peregrinos poloneses.

Em várias oportunidades, o papa Francisco criticou a recusa das autoridades da Polônia a receber refugiados.

Continua após a publicidade

(Com agência France-Presse)

Publicidade