Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Destruição de armas sírias tem ‘bom começo’, diz Kerry

Para secretário de Estado dos EUA, Assad 'merece crédito' por cumprir acordo

O secretário de Estado americano, John Kerry, disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos e a Rússia estão “muito satisfeitos” com o progresso feito até agora para destruir o arsenal químico da Síria e chamou de “um bom começo” o início dos trabalhos dos especialistas internacionais que começaram a eliminar as armas químicas sírias.

Leia também:

Assad diz que Turquia ‘pagará caro’ por apoio a rebeldes sírios

Ainda de acordo com Kerry, o regime do ditador sírio Bashar Assad “merece o crédito” pelo cumprimento da resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) que determinou a destruição das armas químicas.

Em viagem à ilha indonésia de Bali pata a conferência da Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec), que ocorre nesta segunda e na terça-feria, o secretário americano ainda reforçou a importância de Assad continuar cumprindo as demandas da ONU. Para Kerry, era “extremamente importante” que as primeiras armas fossem destruídas neste domingo, apenas algumas semanas após a resolução ter sido aprovada pelas Nações Unidas.

Líbia – Durante a cúpula da Apec, John Kerry comentou também a operação militar realizada na Líbia por forças especiais americanas que terminou com a captura de um importante líder da Al Qaeda e provocou protesto do governo líbio, que não foi informado com antecedência da ação. Segundo ele, a operação “apropriada e legal”.

O Pentágono confirmou na noite do sábado a detenção de Abu Anas al Libi durante uma operação antiterrorista na capital Trípoli. Ele é acusado de planejar os ataques em 1998 contra as embaixadas americanas no Quênia e Tanzânia.

Leia mais:

EUA capturam chefe do grupo Al Shabab na Somália

(Com Estadão Conteúdo)