Clique e assine a partir de 9,90/mês

Democratas publicam próximos passos para impeachment contra Trump

O documento detalha os procedimentos para a investigação do caso Ucrânia, que incluem interrogatórios em audiências públicas

Por Da Redação - 29 out 2019, 17h23

Os democratas da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos publicaram nesta terça-feira, 29, o documento que detalha os próximos passos para a evolução do inquérito de impeachment contra o presidente Donald Trump. A votação dessa resolução está marcada para quinta-feira, 31.

O tão esperado documento é anunciado enquanto cresce a pressão sobre o Partido Democrata por maior abertura e transparência do inquérito, incluindo a realização de audiências públicas com testemunhas-chave no caso da Ucrânia, segundo a NBC News. Também está proposto que o presidente tenha mais “oportunidades para participar”.

O presidente e seus aliados haviam reclamado que o inquérito até agora havia sido demasiado secreto e negado a Trump qualquer chance de se defender – mesmo assim, é improvável que os republicanos apoiem a resolução, reporta o jornal The Guardian.

De acordo com a resolução e com o chefe do Comitê de Inteligência da Câmara, Adam Schiff, os democratas planejam interrogar testemunhas em audiências públicas conforme a investigação avançar  Além disso, a comissão também fica responsável por emitir um relatório com suas conclusões sobre os depoimentos, e depois transmiti-lo ao Comitê Judiciário da Câmara.

Continua após a publicidade

O Comitê Judiciário, então, encaminhará quaisquer artigos potenciais de impeachment à Câmara para votação.

O documento também estabelece que os republicanos podem solicitar o depoimento de certas testemunhas, mas esses pedidos serão filtrados por Schiff.

Os chefes de quatro comitês da Câmara – Inteligência, Judiciário, Relações Exteriores e de Supervisão – publicaram uma declaração afirmando que a resolução apresenta um “caminho a seguir”.

“As evidências que já coletamos mostram o retrato de um presidente que abusou de seu poder usando várias alavancas do governo para pressionar um país estrangeiro a interferir nas eleições de 2020”, disseram os quatro chefes. 

Continua após a publicidade

“Seguindo os passos de investigações anteriores sobre impeachment, a próxima fase passará de depoimentos fechados para audiências abertas, onde o povo americano aprenderá em primeira mão sobre a má conduta do presidente”.

Os comitês de leis da Câmara ainda podem fazer alterações à resolução do impeachment amanhã à tarde. Enquanto isso, a Casa Branca deixou claro que a resolução não mudou sua opinião sobre o inquérito, descrevendo todo o processo como uma “farsa”.

Os democratas planejam votar a resolução na quinta-feira, e é provável que ela seja aprovada, já que o inquérito tem grande apoio na bancada democrata da Câmara e o partido tem maioria na Casa. 

Publicidade