Clique e assine a partir de 9,90/mês

Democratas iniciam segunda fase das primárias em New Hampshire

Resultados das primeiras urnas de três pequenas cidades colocam a senadora por Minnesota, Amy Klobuchar, na frente no estado

Por Da redação - Atualizado em 11 fev 2020, 14h47 - Publicado em 11 fev 2020, 09h28

Após um conturbado início no estado de Iowa na semana passada, as primárias democratas inciam sua segunda fase nesta terça-feira, 11, em New Hampshire, no norte dos Estados Unidos. Segundo as pesquisas de opinião divulgadas até domingo 9, o senador por Vermont, Bernie Sanders, e o ex-prefeito de South Bend, Indiana, Pete Buttigieg, lideram a corrida no estado.

Os primeiros votos já foram depositados ainda na madrugada nas pequenas cidades de Dixville Notch, Hart’s Location e Millsfield. O pleito no restante do estado deve começar sobretudo depois das 11h no horário local (13h em Brasília), quando todas as urnas são legalmente obrigadas a abrir.

Os resultados das três minúsculas cidades colocam a senadora por Minnesota, Amy Klobuchar, na frente nas primárias do estado. A contagem das primeiras urnas, contudo, não é considerada um bom indicador do resultado geral.

Antes mesmo da divulgação das primeiras apurações, Klobuchar já comemorava seu bom desempenho nas pesquisas – depois de Sanders e Buttigieg, a senadora aparece em terceiro lugar nas sondagens do partido em New Hampshire, com 14% das intenções de voto. “Estamos sentindo a arrancada, para mim era questão de tempo”, disse ela, observando que visitou o estado 23 vezes desde que entrou na corrida presidencial um ano atrás.

Continua após a publicidade

New Hampshire é o segundo estado a realizar as suas prévias. Espera-se que a divulgação do resultado seja menos confusa do que em Iowa, onde uma falha nos aplicativos usado para o registro dos votos causou um grande atraso na divulgação dos vencedores. Desta vez, os eleitores democratas escolhem seus candidatos usando cédulas eleitorais em vez do modelo de caucus de Iowa, que é uma espécie de assembleia.

Além de Sanders, Buttigieg e Klobuchar, concorrem na votação de hoje o ex-vice-presidente Joe Biden, a senadora Elizabeth Warren, o empresário Andrew Yang, a deputada Tulsi Gabbard, o milionário Tom Steyer, o ex-governador de Massachusetts Deval Patrick e o ex-senador Michael Bennet. O ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg não participa desta primeira fase das primárias.

Ao mesmo tempo em que o Partido Democrata vota em seus pré-candidatos, os republicanos também realizam suas primárias em New Hampshire. O presidente Donald Trump, contudo, é o grande favorito e saiu da votação de Iowa com 97% dos votos.

Recontagem em Iowa

As campanhas dos pré-candidatos Bernie Sanders e Pete Buttigieg pediram nesta segunda-feira 10 uma revisão dos resultados do caucus de Iowa, realizado há uma semana e que deu ao prefeito de South Bend uma vitória apertada.

Continua após a publicidade

Em comunicado, o conselheiro de campanha de Sanders, Jeff Weaver, pediu a revisão dos votos em 25 circunscrições e três assembleias fora de Iowa, dizendo que, se erros fossem corrigidos, o senador de Vermont poderia conseguir mais um delegado nacional.

“Embora uma recontagem seja apenas o primeiro passo no processo e não esperamos que os cálculos atuais mudem, é uma parte necessária para garantir que os eleitores de Iowa possam ter confiança nos resultados finais do caucus”, afirmou Weaver.

O Partido Democrata de Iowa anunciou neste domingo que Buttigieg ganhou 14 dos 41 delegados em jogo no caucus, considerado fundamental para a escolha do adversário de Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro.

De acordo com esses resultados, o segundo lugar ficou com Sanders, que conseguiu 12 delegados. A seguir ficaram a senadora Elizabeth Warren (8), o ex-vice-presidente Joe Biden (6) e a senadora Amy Klobuchar, com um. A campanha de Buttigieg também exigiu uma revisão em alguns distritos nesta segunda-feira, em resposta ao pedido do senador pelo estado de Vermont.

Continua após a publicidade

Segundo a carta apresentada pela campanha de Buttigieg, cujo conteúdo foi divulgado pela mídia, os apoiadores do ex-prefeito buscam uma revisão dos resultados de 57 distritos e de todas as assembleias que aconteceram fora de Iowa. “No total, o nosso pedido de revisão resultaria em um aumento líquido de 14 delegados”, disse a campanha.

(Com EFE)

Publicidade