Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

De olho na China, Japão aumenta suas forças militares

Para Tóquio, o crescimento militar do país vizinho é uma 'preocupação global'

O Japão aprovou mudanças profundas em sua política de defesa, incluindo um aumento significativo das forças armadas no sul do país, em resposta ao crescimento militar da China. Para Tóquio, a ascensão do país vizinho é uma “preocupação global”. As alterações foram aprovadas pelo governo e darão forma à política de defesa do país para os próximos dez anos.

Os japoneses também estão aperfeiçoando seus mísseis em defesa à potencial ameaça nuclear da Coreia do Norte. Mas o principal foco da atenção será junto às ilhas mais próximas da China, ao sul – onde os chineses têm reforçado consideravelmente o seu poderio naval. Parte do reforço das forças militares japonesas no sul do país tem origem numa diminuição do contingente a Norte, onde se mantinham mobilizadas desde a Guerra Fria em caso de eventual ataque da Rússia.

Crise – As relações entre o Japão e a China deterioraram-se profundamente em setembro deste ano, depois de um barco pesqueiro chinês ter colidido com dois navios de patrulha costeira do Japão, junto às ilhas Senkaku, no mar da China oriental. As ilhas são de soberania de Tóquio, mas também reivindicadas por Pequim. O capitão do pesqueiro chinês chegou a ser detido, e o episódio abriu uma das mais graves crises diplomáticas entre os dois países dos anos recentes.