Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cuba recebe 117 deportados com fim de política migratória nos EUA

Ao todo, Havana recebeu de mais de 680 imigrantes irregulares provenientes de quatro países

Cuba informou  que os Estados Unidos devolveram à ilha cerca de 117 imigrantes irregulares desde que Havana e Washington assinaram no início de janeiro um acordo de migração que pôs fim à política “pés secos, pés molhados”, que garantia a moradia dos cubanos que chegavam ao país.

A eles se somam 408 pessoas do México, 117 das Bahamas e 39 das Ilhas Cayman, tanto por via terrestre como marítima, disse o governo cubano em comunicado.

“Nesta sexta-feira saiu do território norte-americano o primeiro voo especialmente destinado à devolução de imigrantes irregulares depois da assinatura do acordo migratório entre Cuba e EUA em 12 de janeiro passado”, disse uma nota oficial lida na televisão estatal.

Poucos dias antes de deixar a Casa Branca, o governo do ex-presidente Barack Obama pôs fim a uma política que garantia a residência dos cubanos que chegavam aos Estados Unidos sem visto e status especial para os profissionais médicos da ilha.

A devolução de mais de 680 imigrantes irregulares cubanos se produz no primeiro mês do governo do presidente Donald Trump, que prometeu revisar a política de aproximação de Obama com Havana.

(Com Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Carlos Gomes

    Cadê os defensores do Obama, sumiram?

    Curtir

  2. Essa atitude do Obozo, digo, Obama, apenas revela o tipo de canalha que ele é. Verdadeiro monstro.

    Curtir

  3. Rogerio Araújo

    os idiotas de plantão seguidores do astrólogo fajuto reclamam do obama quando faz e quando não faz. Vai entender.

    Curtir

  4. Oliver Kroos

    BEM, SÃO ILEGAIS, né mesmo? os ilegais tem que serem tratados como ILEGAIS: deportação. Simples. Eu ficaria puto da vida se o Trump deportasse imigrante LEGAL.

    Curtir

  5. Daniel Robert

    Presente do senhor Barack Osama!

    Curtir