Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Cristina Kirchner mantém suspense sobre seu futuro político

A presidente fez pronunciamento em rede nacional horas antes do encerramento de inscrições para as eleições. Seu filho, Máximo, será pré-candidato a deputado pela província de Santa Cruz

Por Da Redação 20 jun 2015, 16h03

Poucas horas do prazo final para o encerramento das listas de candidatos para as eleições gerais que acontecem em outrubro deste ano, a presidente Cristina Kirchner fez um discurso em cadeia nacional na tarde este sábado, no ato pelo Dia da Bandeira, em Rosário. Esperava-se que ela anunciasse uma possível candidatura, mas ele preferiu manter o suspense. “Desde onde estiver, sempre estarei junto a vocês, em todos os momentos e principalmente nos mais difíceis”, disse.

A constituição argentina impede que Cristina seja reeleita. Ela já cumpriu dois mandatos presidenciais. Está em jogo, portanto, o futuro do kirchnerismo. Analistas consideram improvável, embora não descatem completamente, a hipótese de que Cristina se candidate a um cargo. Especula-se que busque porta-voz dos parlamentares argentinos no Mercosul ou se torne representante do país no Parlasul.

Há meses Máximo vinha sendo cogitado como possível presidenciável ou vice de Daniel Scioli, atual governador da província de Buenos Aires, pré-candidato alinhado com a ideologia kirchnerista. Hoje, ele anunciou que será pré-candidato a deputado nacional pela província de Santa Cruz. Ele foi apenas líder do movimento juvenil kirchnerista, o La Campora, de onde saíram diversos quadros para cargos-chave no governo de sua mãe. Contra ele, pesam acusações nos inquéritos sobre enriquecimento ilegal da família.

(Da Redação)

Continua após a publicidade

Publicidade