Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Criador do antívirus McAffe é encontrado morto em prisão de Barcelona

John McAfee estava em prisão preventiva e aguardando extradição para os EUA, onde é acusado de sonegação de impostos

Por Julia Braun 23 jun 2021, 17h07

John McAfee, criador do programa de antivírus para computadores que leva seu sobrenome, foi encontrado morto nesta quarta-feira, 23, em uma cela em Barcelona, na Espanha, onde estava preso. Ele tinha 75 anos.

Ele foi preso em outubro no aeroporto de Barcelona e colocado em prisão preventiva enquanto aguarda a resolução do pedido de extradição para os Estados Unidos, onde foi acusado de sonegação de impostos e ocultação de renda.

A morte foi confirmada pelo Departamento de Justiça da Catalunha. Segundo o jornal espanhol El País, as primeiras investigações apontam para um suicídio.

McAfee ficou conhecido pela fundação da empresa de segurança digital que carrega seu sobrenome e foi adquirida pela Intel. Nos últimos anos vinha se dedicando ao comércio de criptomoedas.

Foi preso em outubro no aeroporto de Barcelona quando deveria pegar um voo para a Turquia e colocado sob prisão preventiva enquanto aguarda a resolução do pedido de extradição. Segundo a agência de notícias AFP, o governo espanhol já havia autorizado seu transporte para os Estados Unidos.

O empresário é acusado de ter escondido por anos em suas declarações bens imobiliários e um iate. Os valores devidos chegam a 4,2 milhões de dólares, de acordo com a Bloomberg.

Em sua defesa, seus advogados afirmavam que sua prisão era política. Como ativista e entusiasta das criptomoedas, McAfee alegava que havia sido detido por criticar o sistema monetário.

Continua após a publicidade
Publicidade