Clique e assine com até 92% de desconto

Covid-19: Reino Unido ignora pelo menos 1.000 mortes fora dos hospitais

Dado oficial indica haver 10% de óbitos fora de clínicas médicas, mas exclui casos em 2.000 casas de repouso

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 19h25 - Publicado em 14 abr 2020, 17h49

A Agência de Estatísticas Nacionais do governo britânico (ONS) anunciou nesta terça-feira, 14, que pouco menos de 10% das cerca de 2.500 mortes pela Covid-19 reportadas em todo o país até 3 de abril ocorreram fora dos hospitais, como em casas de repouso ou em abrigos especializados em cuidado para deficientes. Mas entidades acreditam que até 1.000 mortes fora dos hospitais possam ter sido omitidas desse cálculo.

A ONS também aponta que mais de 13% das 5.979 mortes até 3 de abril na Inglaterra, um dos países que compõem o Reino Unido, ocorreram fora dos hospitais. Além disso, segundo o órgão, o número de mortes semanais fora dos hospitais cresceu em 10 vezes, para 215 mortos, entre o final de março e o início de abril.

As estimativas da ONS são divulgadas semanalmente, diferentemente dos boletins diários dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS), que contabiliza apenas as mortes em hospitais. Até esta terça-feira, 14, cerca de 12.000 pessoas, dentre os mais de 88.000 casos confirmados, morreram em território britânico em decorrência da pandemia da Covid-19.

O governo britânico é muito criticado por não incluir as mortes fora dos hospiais nos boletins diários do NHS. Mais de 2.000 casas de repouso reportaram pelo menos um caso da Covid-19. Até 1.000 mortes em casas de repouso podem ter sido ignoradas nas estatísticas oficiais sobre o impacto da Covid-19 no Reino Unido, estima a Care England, uma instituição de caridade que representa serviços de assistência social independentes na Inglaterra.

  • Diferentemente da situação no Reino Unido, o governo da França contabiliza diariamente o número de mortes fora dos hospitais, onde se concentram mais de 5.000 das 14.000 mortes pela Covid-19 no país.

    Continua após a publicidade
    Publicidade