Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Costa Concordia chega a Gênova para ser desmontado

Transporte do navio, que naufragou em 2012 matando 32 pessoas, levou 4 dias

Por Da Redação 27 jul 2014, 09h21

O navio Costa Concordia encerrou neste domingo sua última viagem. A embarcação chegou ao porto de Gênova, onde será desmontada. O transporte do navio levou quatro dias. O Costa Concordia ficou mais de dois anos encalhado perto da ilha de Giglio, na Toscana, desde o desastre que deixou 32 mortos, em janeiro de 2012. Em 14 de julho engenheiros conseguiram fazer o barco voltar a flutuar. Desde então, ele tem sido mantido acima da superfície por câmaras de flutuação gigantes. Várias embarcações auxiliaram no transporte até Gênova.

Leia também:

Costa Concordia: os nove passos que vão selar seu destino

Vídeo inédito traz imagens do interior do navio Costa Concordia

A embarcação teve de navegar nas últimas milhas a 0,5 nós (0,92 km/h) devido a um forte vento, o que atrasou sua chegada, prevista inicialmente para esta madrugada. Agora que o navio está no estaleiro de Prà-Volti, os técnicos encarregados das operações do Costa Concordia iniciarão as manobras convenientes para atracá-lo, um processo que durará entre quatro e seis horas, segundo os responsáveis pela operação.

Investigadores ainda estão procurando o corpo do garçom indiano Russel Rebello, cujos restos mortais são os únicos que não foram localizados pelas equipes de busca desde o naufrágio. A empresa Costa Crociere, mantenedora do Costa Concordia, está sendo processada por dezenas de sobreviventes do acidente, enquanto o capitão do navio, Francesco Schettino, responde por homicídio e abandono de navio.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade