Clique e assine a partir de 9,90/mês

Coronavírus: mortes passam de 100 na Itália, e governo fecha escolas

Autoridades preparam decreto para interditar cinemas e teatros e proibir eventos públicos; país registra 3.000 casos de contaminação

Por Da Redação - 4 Mar 2020, 19h01

O número de mortes por coronavírus na Itália subiu de 79 para 107 nesta quarta-feira, 4, um aumento de 28 óbitos em apenas 24 horas. Enquanto isso, os casos confirmados de contaminação no país já ultrapassam 3.000.

Para tentar controlar a epidemia, o governo da Itália está elaborando um  decreto para fechar cinemas e teatros e proibir eventos públicos em todo o país. Segundo o jornal britânico The Guardian, o texto ordena “a suspensão de eventos de qualquer natureza que envolvam a concentração de pessoas” e não respeitem “uma distância de segurança de pelo menos um metro”.

Além disso, a Itália confirmou que vai fechar todas as escolas e universidades entre a quinta-feira, 5, até o dia 15 de março, segundo a emissora britânica BBC.

Os italianos já receberam orientações para absterem-se de abraços e beijos no rosto, evitarem lugares lotados e manterem uma distância de ao menos um metro uns dos outros.

Continua após a publicidade

Com casos confirmados em 19 das 20 regiões do país, o primeiro-ministro, Giuseppe Conte, disse que o serviço de saúde do país corre o risco de ficar sobrecarregado.

Atualmente, no mundo há cerca de 95.000 casos confirmados de coronavírus e mais de 3.000 mortes.

Publicidade