Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Coronavírus já deixou mais de 15.000 mortos no mundo

País com mais óbitos é a Itália, seguida pela China e pela Espanha; globalmente foram registradas mais de 349.000 infecções

Por Da Redação Atualizado em 23 mar 2020, 17h06 - Publicado em 23 mar 2020, 09h23

O novo coronavírus deixou pelo menos 15.300 mortos em todo o mundo, de acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira, 23, pela Universidade Johns Hopkins, que mantém um monitoramento em tempo real da pandemia de Covid-19. Globalmente, foram registrados mais de 349.000 casos da doença.

O país com o maior número de pacientes segue sendo a China, com 81.496 casos e 3.274 mortes. Em seguida estão a Itália, com 59.138 casos e 5.476 mortes, e os Estados Unidos, com 35.224 infectados e 471 óbitos.

ASSINE VEJA

A guerra ao coronavírus A vida na quarentena, o impacto da economia, o trabalho dos heróis da medicina: saiba tudo sobre a ameaça no Brasil e no mundo
Clique e Assine

O número de pessoas infectadas nos Estados Unidos, Espanha e Alemanha ultrapassou os casos no Irã, que até semana passada era o terceiro país mais atingido pela pandemia. Os países com o maior número de óbitos em 24 horas foram Itália, Espanha e Irã.

O número de casos positivos diagnosticados reflete apenas uma parte do número total de infecções devido às diferentes políticas de cada país para diagnosticar os doentes e ao fato de que alguns testam apenas as pessoas que precisam de hospitalização.

A partir deste sábado, Romênia, Kosovo, Colômbia, Afeganistão, República Democrática do Congo, Republica Checa, Chile, Gana e Chipre anunciaram as primeiras mortes ligadas ao novo coronavírus em seu território. A Faixa de Gaza, Timor Leste, Uganda, Eritreia e Moçambique diagnosticaram seus primeiros casos.

Os números divulgados pela Universidade Johns Hopkins são atualizados mais rapidamente do que os dados oficiais divulgados diariamente pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo o último relatório publicado pelo órgão neste domingo, 22, foram registrados 292.142 casos em todo mundo, além de 12.784 mortes.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)